segunda-feira, fevereiro 08, 2010

Mudar o mundo para estar igual


A minha vida é como a minha roupa, às vezes vejo que algo não me serve mas continuo a insistir, chegando a roçar o ridículo. O Senti(R)dor já não sou eu, mas o que aqui está é meu, e será sempre.
Mas posso alargar o fato, posso fazer uns remendos e corrigir detalhes. Mas continuar a amar o casaco como meu, e vesti-lo com orgulho alterando-o até deixar de ser só meu e voltar a ser eu.
Eu serei sempre o mesmo mas o mundo onde vivo tem de se adaptar a mim... correndo o risco de perder o seu mais fiel admirador.

Como disse, o Senti(R)dor já não sou eu, mas o Sentido(R) assenta-me que nem uma luva.



4 comentários:

Putty Cat disse...

isto não é uma despedida......é?

Rita disse...

Amadorado ... sentido(R) é o tamanho ideal depois da revelação e da mudança ... Sendo o Ser sentido no coração mais belo do mercado de corações :)

Maria disse...

E para quando o Sentido(R)em blog?
Sinto falta de te ler.
Sabes que sou fã incondicional do teu talento e da tua genialidade...
beijo enorme!

nOgS disse...

Alegra-me saber-te assim feliz.
Lembras-te do que te disse da primeira vez que me mostraste este blog/em que arrancaste com este blog?
Que um dia este nome deixaria de fazer sentido e aí eu estaria feliz (por ti). Pois aqui está... ch-ch-ch-changes!:D


E, Maria, uáuá. A mim não me dizes coisas dessas, não. Vou ver se deixo de escrever para ver se me dizes isso:P