terça-feira, maio 27, 2008

por outras palavras


Eu era tu quando tu não sabias quem eras, agora que sabes quem és diz-me onde é que eu fui parar?

ou por outras palavras

eu amava-te quando não me amavas mas agora que me amas receio que só amava aquela que não me amava

ou por outras palavras

eu tive medo que não me quisesses quando querias outros e agora que me dizes que queres quero que sintas que mesmo não querendo possa querer outras

ou por outras palavras

o meu amor continua forte tentando enganar-me fazendo passar-me por fraco.

pic ~naken

6 comentários:

Liliana disse...

ou por outras palavras, se não te amares a ti mesmo tanto como queres amá-la, nem mesmo quando ela te disser que te ama, vais conseguir aguentar esse sentimento... descobri hoje este cantinho, e resolvi comentar, já que há certas palavras que usaste, com as quais me identifico!... gostei muito do teu post "carta"! desculpa a intromissão... beijo no coração**

(Un)Hapiness disse...

por outras palavras...pk que o homem quer sempre akilo mais dificil de alcançar?:)

kiss

Nogs disse...

...

Nem o paraíso é perfeito...


... E amar, por vezes (quase sempre), é fodido.

Beijo na alma, querido amigo.

Espero que isso sejam metáforas...

Maria disse...

Pois eu espero sempre as tuas metáforas... que adoro!

Genial. inteligente. muito teu.

1 beijo do tamanho dos nossos mundos, para ti.

;)

Irene disse...

paradoxos recorrentes e inevitáveis no amor; então não é uma «dor que desatina sem doer»?

Irene disse...

ah, tomei a liberdade de te linkar para não perder a oportunidade de te reler