terça-feira, junho 10, 2008

Natureza



Conheci uma rapariga com cabelos de deserto,
onde em sonhos as minhas mãos apertavam-os para os sentir fugir entre os dedos.

Conheci uma rapariga de olhos profundos como um Oceano de olheiras azuis e pérolas negras
onde em sonhos sustive a respiração antes de um mergulho sem regresso.

Conheci uma rapariga de lábios em flor,
onde em sonhos se abriam lentamente para absorver o meu calor palpitante.

Conheci uma rapariga com voz de tornado
onde em sonhos voei ao ouvi-la cantar.

Conheci uma rapariga com a memória de Sol,
onde um encontro comigo foi unicamente efémero na eternidade do seu esplendor.

pic ThePix

2 comentários:

Nogs disse...

Existem pessoas tão mágicas que nos parecem inalcansáveis.

Que bonito texto dessa rapariga:)


Beijinhos

LB disse...

... e existem "eternidades" efémeras! Infelizmente! (voltei... ando por aqui, mesmo não sendo vista)...